• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

Visita da Ministra da Cultura a Tavira

Diretora Regional de Cultura acompanhou Ministra da Cultura na visita a Tavira e S. Brás de Alportel

 

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, acompanhada pelo Secretário de Estado para a Transição Digital, André de Aragão Azevedo, visitaram na passada sexta-feira, dia 4 de Julho, a exposição “A Principal do Reino do Algarve – Tavira nos séculos XV e XVI”, celebrando os 500 anos da elevação de Tavira a cidade, que está patente ao público no Palácio da Galeria/Museu Municipal de Tavira, e no neste mesmo local visionaram a obra encomendada pelo Museu Zer0 intitulada “D.0 Pigment0s.

 

Visita da Ministra da Cultura a S. Brás de AlportelEm seguida, a comitiva na qual estava incluída a Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Nogueira, assistiu à inauguração do ciclo “O Mapa e o Território”, no Centro de Artes e Ofícios em São Brás de Alportel.

 

6 de julho

Dissertação sobre “Jardins Históricos de Faro” recebe Menção Especial no Prémio Archiprix Portugal 2020

A Direção Regional de Cultura do Algarve felicita Filipa Rabaça, aluna do mestrado em Arquitetura Paisagista, da Universidade do Algarve, pela atribuição da Menção Especial (equivale ao 2.º prémio), do Prémio Archiprix Portugal 2020 - Prémio Nacional para o Ensino de Arquitetura, Arquitetura Paisagista e Urbanismo, com a dissertação de Mestrado sobre património do Algarve "Contributos para o inventário de Jardins Históricos no Algarve: Faro". A entrega do Prémio Archiprix Portugal 2020 realizou-se no passado dia 4 de Julho.

Foto

A orientação da tese foi da Professora Sónia Talhé Azambuja, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve.

Esta foi a 8.º edição do Prémio Archiprix Portugal, e no histórico do prémio é a primeira vez que uma dissertação de Mestrado em Arquitetura Paisagista é premiada. Do coletivo de 24 Finalistas foi distinguido um trabalho vencedor, uma menção especial e nove menções honrosas, que têm assegurada a presença no Anuário Archiprix Portugal 2020. Este prémio anual reconhece a excelência do ensino e permeia o conjunto aluno/orientador/instituição de ensino.


O Prémio Archiprix Portugal 2020 - Prémio Nacional para o Ensino de Arquitetura , Arquitetura Paisagista e Urbanismo foi instituído em 2012 pela Fundação Archiprix (Roterdão) e pela Fundação Serra Henriques envolvendo de forma plural e independente a Ordem dos Arquitetos, a Trienal de Arquitetura de Lisboa, a Casa da Arquitetura, o Docomomo Internacional, a Associação Portuguesa de Urbanistas, a Associação Portuguesa dos Arquitetos Paisagistas (APAP), e o Corpo Docente das Instituições de Ensino de Arquitetura, Urbanismo e Arquitetura Paisagista portuguesas.

9 de julho

Museus, Palácios e Monumentos Nacionais com Descontos de Verão

Entre 27 de julho e 30 de setembro de 2020 está em vigor um novo programa de descontos no acesso a museus, palácios, monumentos e sítios arqueológicos nacionais.

Resultante de um protoloco assinado entre a Direção Geral do Património Cultural (DGPC) e as Direções Regionais de Cultura (DRC), este programa permite visitar, com condições especiais, todos os monumentos e museus sob a dependência destas entidades, num total de mais de 60 em todo o país – estando asseguradas as medidas de proteção e segurança dos visitantes.

Com 17 itinerários diferentes, que agrupam circuitos de visita ao património cultural por região ou por tema – este programa prevê descontos para indivíduos de 25% e para agregados familiares (que podem ir até 10 pessoas, com ascendentes e descendentes) de 45% sobre o preço original dos bilhetes.

Os visitantes têm 7 dias para usufruir de cada bilhete e visitar os diversos museus, palácios e monumentos incluídos nos itinerários, bastando dirigir-se a um dos sítios incluídos num determinado itinerário para adquirir o respetivo bilhete-circuito.

Consulte aqui a lista completa dos itinerários e sítios de património incluídos em cada um, bem como respetivos preços promocionais praticados ao abrigo deste programa:



 

Itinerários com os Monumentos do Algarve

Foto

 

 

Consulte todos os itinerários em: www.culturaportugal.gov.pt

24 de julho

Bolsas de Criação Literária 2020 com candidaturas
entre 31 de julho e 2 de setembro

Foi publicado em Diário da República a abertura do concurso para atribuição de bolsas de criação literária 2020, nas modalidades de poesia, ficção narrativa, dramaturgia, banda desenhada e obras para a infância e juventude, de acordo com o seu regime.

O montante financeiro disponível para a atribuição de bolsas de criação literária foi reforçado em (euro) 45 000 face ao ano anterior, correspondendo a um total de (euro) 180 000 distribuído por seis bolsas anuais e doze bolsas semestrais. O montante a atribuir é é fixado, anualmente, por despacho do membro do Governo responsável pela área da Cultura, sob proposta da DGLAB.

O montante global será distribuído da seguinte forma: seis bolsas de criação literária com a duração de 12 meses: (euro) 90 000 no total, sendo (euro) 15 000 cada uma e  12 bolsas de criação literária com a duração de seis meses: (euro) 90 000 no total, sendo (euro) 7500 cada uma.

A avaliação e seleção das candidaturas admitidas a concurso cabem a um júri constituído pelos seguintes membros: Álvaro Magalhães, Ana Luísa Amaral, Eduardo Pitta, Francisco Frazão, João Miguel Lameiras e José Manuel Mendes.

Saiba mais sobre as Bolsas de Criação Literária 2020 em DGLAB aqui
Publicação em Diário da República aqui

27 de julho

Casa Rural das Ruínas Romanas de Milreu reabilitada

A Casa Rural de Milreu, um dos mais interessantes exemplos da arquitetura tradicional algarvias, com pequenas torres cilíndricas adossadas aos quatro cantos do edifício foi reabilitada pelo Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu, financiada pelo Programa Operacional CRESC Algarve 2020, coordenado pela CCDR Algarve.

A sua origem remonta ao reinado de D. Afonso III, quando a região do Algarve foi conquistada pelos reis cristãos peninsulares e integrada no reino português. O alargamento da construção terá acontecido nos finais do século XV ou inícios do século XVI. Resistiu ao terramoto de 1755, porque as suas fundações assentam sobre as robustas construções da época romana. No século XIX, a Casa Rural recebeu novas obras de ampliação.

A Casa Rural foi recuperada pelo Estado Português em 2001, integrada na visita às Ruínas Romanas e, desde então, tem acolhido inúmeras exposições e atividades culturais.

Quase 20 anos depois desta obra, a vetusta Casa Rural voltou a acolher a mesma equipa, que recuperou agora os revestimentos exteriores, garantindo a sua impermeabilização, nomeadamente rebocos, caixilharias de portas e janelas, reparou o telhado e ainda executou uma caleira para desvio de águas pluviais das ruínas arqueológicas, reforçando a solidez e capacidade de resistência da Casa Rural.

A obra decorreu entre fevereiro e junho deste ano.

Ficha técnica:
Obra: Empreitada de Reabilitação da Casa Rural das Ruínas Romanas de Milreu | Projetista: Carlos Dias |Empreiteiro: Martins Gago & Filhos, Lda. | Fiscalização: Traço Energético, Arquitetura e Consultoria | Desenhador: Jaír Gonçalves |Duração da obra: fevereiro a junho de 2020 | Custo: 63.190,40€ | Gestão de projeto: Carla Santos, Luisa Leonor e Cristina Tété Garcia

Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu, financiado pelo Programa Operacional CRESC Algarve 2020.

 

4 de agostp

 

“CICLOS DE VIDA – Camaleão” de Manuela Santos no CCVAlg

Foto: Cristina Veiga-Pires (diretora do Centro de Ciência Viva do Algarve), Manuela Santos, (artista), Adriana Freire Nogueira (Diretora Regional de Cultura do Algarve) e Fábia Azevedo, (coordenadora do RIAS). (Da esquerda para a direita)
Foto: Luís Gonçalves (CCVA)

A Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Freire, esteve presente na inauguração da exposição temporária de pinturas “Ciclos de Vida – Camaleão” da artista Maria Manuela Leal dos Santos, no Centro de Ciência Viva do Algarve (Faro), uma iniciativa no âmbito da celebração do 23.° aniversário do CCVAlg.

A exposição contou com a presença da artista, Manuela Santos, da diretora do Centro de Ciência Viva do Algarve de Cristina Veiga-Pires , e de Fábia Azevedo, coordenadora do RIAS.


A DRCAlg felicita o Centro de Ciência Viva do Algarve pelo seu aniversário e pelo seu contributo para a divulgação científica e tecnológica junto da população e, em especial, junto da comunidade juvenil da região.

5 de agosto

DiVaM leva "Concertos ao Entardecer" à Fortaleza de Sagres
 

A Fortaleza de Sagres acolhe este domingo, 6 de setembro, pelas 18h00, mais um “Concerto ao Entardecer” com o projeto MONDAY. O concerto decorre no âmbito do DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos 2020 – programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, que este ano tem como tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”. A produção é da ArQuente Associação Cultural.

 MONDAY é o projeto a solo de Catarina Falcão, uma das metades das bem conhecidas Golden Slumbers. Já conhecemos a sua voz e o seu jeito do projeto que une as irmãs Falcão, que, entretanto, foram ganhando espaço, crescendo em direções diferentes. Separaram-se sem, no entanto, se desunirem, antes construindo percursos paralelos, como é o caso deste MONDAY. A prevalência de uma vontade artística por um som de um certo recolhimento introspetivo, alguma soturnidade sonora evidente, um piscar de olhos a uma típica folk, tudo isto faz parte da marca registada da família Falcão.

O Ciclo designado “Concertos ao Entardecer” teve início em Faro em 2011, na sede da Associação ArQuente – Galeria Arco – e no ano de 2014, graças ao apoio do programa DiVaM – Dinamização e Valorização de Monumentos, estendeu-se à Fortaleza de Sagres.

Uma das finalidades deste projeto é aliar a divulgação de bandas/artistas emergentes, essencialmente no panorama nacional, a uma componente paisagística, arquitetónica, histórica e patrimonial. A intenção passa por proporcionar ao público um conceito abrangente de fruição de diversos objetos artísticos que se interligam e potenciam. Procura-se uma certa transcendência, a busca de um tempo e de um lugar fora desse mesmo tempo ou lugar. Quere-se uma viagem para lá do que se vê e se ouve, mas que valorize simultaneamente o que se vê e o que se ouve, num espaço que se acrescenta a cada nota musical.

No dia 20 de setembro, a Fortaleza de Sagres é novamente o cenário escolhido para mais um “Concerto ao Entardecer” com MARINHO.

Dada a situação de pandemia que atravessamos, a programação poderá vir a sofrer alterações em relação ao que está previsto, por essa razão os interessados devem consultar regularmente o nosso site e redes sociais.

A programação do DiVaM 2020 está disponível, a partir de dia 5 de setembro, aqui e redes nas sociais da DRCAlg instagram.com/drculturaalgarve/twitter.com/CulturaAlgarve e facebook.com/DRCAlg

Todas as atividades culturais do DiVaM são de reserva obrigatória. Para mais informações e reservas contacte: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou 282 620140

MONDAY

https://www.youtube.com/watch?v=bWYXebrBgsY&list=PLsqhoumoWplqee7KrRrnvryCzX_mAGrcU&index=10

https://www.youtube.com/watch?v=6SLVbgNTlj8

2 de setembro

Lídia Jorge vence principal Prémio da FIL de Guadalajara

A Direção Regional de Cultura do Algarve congratula-se pela atribuição do principal Prémio da Feira Internacional do Livro de Guadalajara de Literatura em Línguas Românicas a Lídia Jorge.

A escritora, natural de Loulé, é a segunda portuguesa a receber este importante prémio literário, depois de António Lobo Antunes em 2008.

"Este prémio, que assinala a originalidade e a subtiliza do estilo literário de Lídia Jorge, junta-se aos demais prémios nacionais e internacionais já recebidos pela escritora, nomeadamente o Prémio Luso-Espanhol de Cultura, em 2014, o Prémio Jean Monet de Literatura Europeia, em 2000, ou, ainda, o Prémio Internacional de Literatura da Fundação Günter Grass, em 2006, bem como os prémios literários portugueses mais importantes, como o Prémio D. Dinis ou o Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLAB. Esta distinção demonstra também o destaque que a literatura em língua portuguesa tem alcançado no panorama internacional, reconhecendo a originalidade e a mestria no estilo dos nossos autores." destaca a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, em nota à comunicação social.

31 de agosto

Rota do Petisco dá descontos nos Monumentos do Algarve

A Direção Regional de Cultural do Algarve e a Teia D’Impulsos, Associação Social, Cultural e Desportiva assinaram um protocolo de colaboração que dá descontos, na entrada dos monumentos afetos à DRCAlg, aos portadores do passaporte da Rota do Petisco, iniciativa que decorre até dia 11 de Outubro, em 13 concelhos e 231 estabelecimentos do Algarve.

Os portadores do Passaporte da Rota do Petisco beneficiam de um desconto de 50%, num bilhete individual, na Fortaleza de Sagres, Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe e Ruínas Romanas de Milreu.

A Rota do Petisco visa a promoção da restauração e do comércio local, a divulgação da gastronomia tradicional do Algarve, bem como a revitalização das localidades aderentes através de animação social e cultural e o enriquecimento da oferta turística da região.

Para informação visite www.rotadopetisco.com

15 de setembro

Jornadas Europeias do Património nos Monumentos do Algarve

com o tema “Património e Educação”

A Direção Regional de Cultura do Algarve promove, no âmbito das Jornadas Europeias do Património (JEP), que se assinalam de 25 a 27 de setembro, um programa diversificado de atividades culturais a acontecer nas Ruínas Romanas de Milreu, Castelo de Paderne, Monumentos Megalíticos de Alcalar, Fortaleza de Sagres e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe.

As atividades propostas integram o programa cultural DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – que este ano, na sua 7ª edição, é dedicado ao tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”, e exploram ainda as relações entre dois grandes universos - O Património e a Educação - : Qual o papel do Património na Educação? Qual o papel da Educação no Património?

O programa apresentado integra várias propostas de oficinas artísticas e pedagógicas direcionadas para diferentes tipos de público, projetos performativos e de sensibilização ecológica e uma palestra integrada no “Amatores in Situ – O Mundo Antigo visto por aqueles que o amam”, ciclo organizado em colaboração com a Faculdade de Ciência Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.

Porque trabalhar a Educação a partir do Património é também reconhecer o valor que este tem como agente de transformação do Mundo.

No dia 25 de setembro, com início às 10h30, nas Ruínas Romanas de Milreu, terá lugar o projeto “Milreu – Encontro de povos, ideias e culturas”, promovido pela QRER – Cooperativa para o desenvolvimento dos territórios de baixa densidade - , com a oficina de Pintura a Fresco: “Trabalho no campo em Milreu - Séculos I e Século XX”, destinada aos utentes da ASMAL.

No mesmo dia, o Castelo de Paderne acolhe a “Oficina das Igualdades em Paderne”, também com início às 10h30. O ponto de partida desta iniciativa, que inclui uma visita guiada / oficina de exploração histórica, será o património histórico associado ao castelo de Paderne.

O projeto concebido por Isa Catarina Mateus é promovido pelo Cineclube de Faro (Comissão de Formação). Para mais informações e reservas contacte: formacaoccf@gmail.com

No dia 26 de setembro, entre as 10h00 e as 18h00, nos Monumentos Megalíticos de Alcalar decorre o projeto "Oficinas da Pré- História", no domínio da “Arqueologia Experimental” e da “Arte e Arqueologia”: Oficina de talhe, oficina de placas de xisto, oficina de barro e oficina de pintura rupestre. A organização é do Grupo de Amigos do Museu de Portimão e do Museu Municipal de Portimão. Para mais informações e reservas contacte: oficinaeducativa@cm-portimao.pt e amigosdomuseudeportima@gmail.com

A Fortaleza de Sagres, no dia 26 de setembro, pelas 16h00, é palco do espetáculo “O Grande Embrulho” (integrado no Festival Ventania e na programação do 365 Algarve). Este é um espetáculo interativo com uma forte mensagem ecológica ‘embrulhada’ em momentos de humor, surpresa e poesia, que reúne as linguagens de clown, dança, música e manipulação de objetos em torno de um cónico saco de papel. Projeto com Criação e Interpretação de Thorsten Grütjen e Música de Gil Abrantes.

O projeto é do Teatro Experimental de Lagos, apoiado pelo programa 365 Algarve e os bilhetes podem ser adquiridos através da página www.ventania.bol.pt

As Ruínas Romanas de Milreu recebem no sábado, dia 26 de setembro, pelas 17h00, mais uma palestra do ciclo Amatores in Situ – O mundo antigo visto por aqueles que o amam – VI edição, com o tema “Música e ocasiões musicais na cultura romana”, por Fuensanta Garrido Domené (Universidad de Córdoba). Nesta revisita pelo panorama musical romano ficarão explicitadas as influências musicais e culturais recebidas de outras culturas mediterrâneas e procurará fazer-se um catálogo dos instrumentos musicais de maior uso por parte da população de Roma. Estão agendadas mais palestras nos dias 16 e 23 de outubro, 13 de novembro e 4 de dezembro.

A organização é da Cívis - Associação para o Aprofundamento da Cidadania com o apoio da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.

Para mais informações e reservas contacte: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652.

As atividades das JEP deste ano encerram no domingo, dia 27 de setembro, às 18h00, na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, com a representação teatral “Laurinda não foi à Guerra”. Assumindo o valor pedagógico do teatro, esta é uma peça que nos leva a revisitar a espiral da História, sempre em evolução, de forma a tentar ultrapassar antigas fraturas, e ao mesmo tempo, nos prepara para lidar com futuras crises. A autoria e encenação é de António Gambóias e a interpretação está a cargo de Ana Cristina Oliveira, Ana Isabel Baptista, Catarina Silva e Inês Martins. A organização é da Associação Cultural Música XXI.

Para mais informações e reservas contacte: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telefone 282 620140.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita (à exceção de "O Grande Embrulho"), sendo obrigatória a inscrição prévia.

Consulte o programa

22 de setembro

DiVaM continua em Alcalar, Castelo de Aljezur e Fortaleza de Sagres

O programa Cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – vai estar nos dias 3 e 4 de outubro nos Monumentos Megalíticos de Alcalar, no Castelo de Aljezur e na Fortaleza de Sagres, com várias propostas culturais. O tema desta edição “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” serviu de mote para aos projetos candidatados pelas entidades parceiras.
 

Os Monumentos Megalíticos de Alcalar, concelho de Portimão, acolhem no dia 3 de Outubro, das 10h00 às 12h30, a iniciativa “Tal como as pedras…Todos somos iguais na diferença – Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação, os desafios para uma nova era” que convida os jovens que habitam próximo deste monumento a fazerem uma reflexão sobre os conceitos suscitados na Carta dos Direitos Humanos, redigida em 1948, e que sabemos serem hoje parte de um “tecido fino” e que por vezes parece prestes a rasgar-se, a desmoronar-se e a desaparecer. Após um momento de reflexão sobre os temas expostos, os participantes serão convidados a realizar um registo gráfico e visual, sob a forma de frases, de poemas e desenhos. A proposta será concretizada sob a orientação da artista plástica Isabel Macieira e traduzir-se-á num trabalho coletivo do tipo “mural.

O Projeto é da Associação Partilha Alternativa com o apoio do Museu Municipal de Portimão. As inscrições são obrigatórias através de oficinaeducativa@cm-portimao.pt.
 

Neste mesmo dia, com início às 18h30, no Castelo de Aljezur terá lugar o espetáculo de fusão artística “Varandas da Memória”. A Companhia Ao Luar Teatro visita a atribulada vida do Rei Poeta Al-Mu`Tamid, desde as noites quentes passadas no Palácio das Varandas em Silves, às batalhas nas Taifas do Al-Andaluz até ao desterro marroquino. Um espetáculo inspirado na magia da poesia árabe, num encontro com a música ao vivo, contando com a história da notável figura Al-Al-Mu`Tamid “O Rei Poeta”.

A Companhia Ao Luar Teatro procura dar a conhecer a vida e a poesia da mais influente figura do algarve Al-Andaluz prosseguindo o trabalho de criação inspirada no Património Cultural Imaterial da Região Algarvia. Esta produção teatral enquadra-se na valorização do património da região e da recuperação do antigo, do histórico, daquilo que é nosso e nos difere dos outros, como sendo, a influência árabe.

O texto e direção Artística é de Rui Penas, com a interpretação de Rui Penas e a música ao vivo a cargo de Pedro Branco. O técnico é João Baião, os figurinos são de Berta Cardoso, as pinturas de Nelson Martins e os bonecos de pano de Filipa Faísca. A cenografia está a cargo de Rui Penas e Luís Santos, sendo esta uma produção Ao Luar Teatro, com a produção executiva de Célia Martins.

O projeto conta com o apoio da Câmara Municipal de Aljezur e da ADPHA - Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur. As inscrições são através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

 

A Fortaleza de Sagres acolhe no domingo (4 de Outubro), às 17h00, o projeto “Elementos II” que cruza vídeo, fotografia e música e onde o público será também envolvido. Este é composto por duas partes. A primeira com música que aborda temas bucólicos e populares, entre elas repertório do século. XVIII, e imagens projectadas que transcrevem o passado, evocando as gentes do Algarve e a sua cultura, formas de outras vidas através das recolhas de vídeo de Jorge Graça. A segunda parte do espetáculo com imagens do presente, de quem habita, de quem respira o local na actualidade, da autoria de Jorge Marques, inclui um reportório europeu variado da mesma época

Este projeto pretende resgatar a memória, resgatar hábitos que, apesar de desaparecerem, estão intimamente ligados ao local, ao Algarve, à sobrevivência das famílias, dos hábitos que ditam quem é o povo daqui e é da responsabilidade da Questão Repetida – Associação Cultural, com a Direção Artística de Elsa Mathei e Ana Falé.

https://www.youtube.com/watch?v=bOn9llRuMpY

As inscrições são através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

Consulte o programa

28 de setembro

Empreitada de Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu

O Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, Faro, prossegue com a abertura de concurso para a fase B da “Empreitada de Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu”, o mais importante conjunto deste género no Algarve. O Anúncio de Procedimento n.º 10803/2020, referente ao Concurso Público CP-01/DRCALG/2020, desta empreitada foi publicado no Diário da República, no dia 28 de setembro. O prazo de apresentação das propostas termina no próximo dia 28 de outubro.

O valor base do procedimento é de €120.000,00 a que acresce o IVA à taxa legal em vigor e prazo de execução do contrato é de 238 dias.

O fornecimento das peças do concurso e a apresentação de pedidos de participação é efetuado através da plataforma http://saphetygov.pt.

Esta Empreitada é financiada a 60% por fundos externos (FEDER), no âmbito do Programa CRESC Algarve 2020.

Consulte a publicação em Diário da República

29 de setembro

Adiado: "Tal como as Pedras... Todos somos iguais na diferença" em Alcalar



 

Devido a condições atmosféricas adversas, que não permitem a realização da atividade nas melhores condições, o projeto "Tal como as Pedras... Todos somos iguais na diferença" foi adiado para sábado, dia 10 de outubro.


Lamentamos o incómodo causado.

 

2 outubro

 

Monumentos do Algarve são palco para música, cinema, oficinas e palestras

 

O DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve –, programa cultural do Direção Regional de Cultura do Algarve, continua na próxima semana com iniciativas no Castelo de Paderne, Fortaleza de Sagres, Ruínas Romanas de Milreu, Castelo de Aljezur e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe. Música, oficina de escrita na paisagem, cinema e uma palestra sobre Faro na época romana são as propostas de 13 a 18 de outubro.

O Castelo de Paderne recebe, no dia 13 de Outubro, às 10h30, a segunda sessão da “Oficina das Igualdades em Paderne. Esta será uma oficina de escrita na paisagem, na qual os participantes são convidados a descobrirem um trajeto que os conduzirá à exploração dos valores humanistas e à identificação do conceito de liberdade (religiosa, de expressão, ideológica). O projeto concebido por Isa Catarina Mateus é promovido pelo Cineclube de Faro (Comissão de Formação).

Para mais informações e inscrições: formacaoccf@gmail.com

No dia 16 de outubro, sexta-feira, a Fortaleza de Sagres acolhe o projeto “In Cinema - Integração, Indiscriminação e Inclusão”. Durante a manhã terão lugar duas sessões de curtas metragens de animação, direcionadas à comunidade escolar e à tarde, pelas 17 horas, realiza-se uma sessão aberta ao público em geral, onde será exibido o filme “O Falcão Manteiga de Amendoim”, de Tyler Nilson (2019), seguido de conversa com os convidados.

In Cinema- Integração, Indiscriminação e Inclusão é um projeto promovido pelo Cineclube de Faro, que explora as formas como o cinema se relaciona com o tema dos Direitos Humanos e se inscreve como ferramenta para dirimir alguns estigmas e barreiras que as sociedades – que se pretendem justas abertas, fraternas, livres e solidárias – enfrentam, através de três ideias fundamentais: Integração, Indiscriminação e Inclusão.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O espetáculo “Música para Todos” será apresentado no Castelo de Aljezur, no dia 17 de outubro, pelas 17h30. Um Ensemble de madeiras e percussão irá apresentar peças de culturas musicais de diferentes pontos do mundo, inspirando à união e amizade ente os povos, numa interculturalidade inerente à globalização e considerando que a Música, como linguagem universal, foi desde sempre vetor de Educação para a Cultura e para a Arte. Este é um projeto promovido pela Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio, com o apoio da Câmara Municipal de Aljezur.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O ciclo Amatores in Situ continua nas Ruínas Romanas de Milreu, com a apresentação da palestra “Diferenciação social e cosmopolitismo em Faro na época romanapor João Pedro Bernardes, no dia 17 de outubro, pelas 17 horas.

“Uns são escravos, outros já o foram; outros são cidadãos de pleno direito, outros migrantes; outros ainda são gente em trânsito e muitos com raízes bem profundas na terra. Era assim a sociedade de Faro há dois mil anos: uma cidade portuária e cosmopolita onde se cruzavam muitas origens e culturas. Os tempos eram outros, com as suas regras e idiossincrasias próprias, mas coexistiam a tolerância e diferentes formas de solidariedade. A partir da epigrafia da cidade romana de Ossónoba, é possível observar-se a sociedade, os seus valores e as formas de convivência social de um mundo bem diferente do nosso – mas que, por vezes, está mais próximo de nós do que à primeira vista aparenta.” Projeto promovido pela Cívis – Associação para o Aprofundamento da Cidadania e que tem a colaboração da Universidade do Algarve.

Inscrições através de: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652

 

O Castelo de Paderne volta a ser palco de mais uma iniciativa do DiVaM no dia 18 de Outubro, pelas 17 horas, com o espetáculo “O Mundo na nossa Aldeia”. Este integra a atuação a capella pelo Grupo Coral da Banda Filarmónica de Paderne, seguida de dança oriental e termina com a atuação do “The Real Band”, com músicas tradicionais da Escócia e da Irlanda. O projeto é promovido pela Sociedade Musical e Recreio Popular de Paderne com o apoio da Câmara Municipal de Albufeira.

Inscrições através de musical.paderne@gmail.com ou 925 582 503

A Ermida de N.ª Sr.ª de Guadalupe acolhe o concerto “Património – com Cordas”, da Orquestra Juvenil de Guitarras do Algarve, no dia 18 de outubro, pelas 17 horas, com a direção de Eudoro Grade. Este é um projeto de inclusão das comunidades do barlavento ao sotavento algarvio, nomeadamente as comunidades de interior, promovido pela AGA – Associação de Guitarras do Algarve.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

O tema desta edição do DiVaM é Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

 

12 de outubro

Inquérito aos Profissionais das Artes e da Cultura
 

O Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC) tem em curso um Inquérito online dirigido aos Profissionais Independentes das Artes e da Cultura, e que estará disponível para preenchimento até ao final do mês de outubro de 2020.

O questionário está on-line neste link: https://bit.ly/3iFwhsu

Este Inquérito insere-se no Estudo Sector Artístico e Cultural em Portugal, apoiado pela DGArtes/MC. Para mais informação consulte o site do OPAC www.opac.cies.iscte-iul.pt/estudos-em-curso

Para qualquer esclarecimento contacte a equipa através do email opac.cies@iscte-iul.pt

13 de outubro