• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Página Inicial Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda

convite

Amatores in situ – O Mundo Antigo visto por aqueles que o amam

Um projeto promovido pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve,  que promove um novo olhar sobre o Mundo Antigo através da literatura, da arte, filosofia e arqueologia.

Convite

Café com Letras - "Literatura e Gastronomia"

 

Na próxima sexta-feira, dia 5 de maio, pelas 18:30h, na FNAC do Forúm - Faro, mais um Café com Letras, desta vez o tema será - Literatura e Gastronomia, com Eurídice Gonçalves e Nídia Braz.

Palestra «O Amor e as suas representações», por Leonor Santa Bárbara

No próximo dia 2 de maio, pelas 18h, nas Ruínas Romanas de Milreu (Estói - Faro) será apresentada a palestra «O Amor e as suas representações», por Leonor Santa Bárbara, classicista e professora da Universidade Nova de Lisboa.

Esta será a 3ª palestra do ciclo “Amatores in Situ – O Mundo Antigo visto por aqueles que o amam” desenvolvido pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve e coordenado pela Profª Doutora Adriana Nogueira, que promove um novo olhar sobre o Mundo Antigo através da literatura, da arte, filosofia e arqueologia. Projeto integrado no Programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – 2017.

Sob o título «O Amor e as suas representações», pretende-se mostrar o modo como Eros foi descrito pelos autores e pelos artistas da Antiguidade, relacionado com representações posteriores, tanto em Livros de Enblemas, como na arte.

Leonor Santa Bárbara é professora na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde também é investigadora do CHAM. Doutorou-se em literatura grega, centrando-se na época helenística, período que a atrai cada vez mais, tanto pelas produções literárias e artísticas, como pelo cosmopolitismo.

Convite

Palestra «Otium et Negotium nas villae da Lusitânia Romana»

No próximo dia 27 de abril, pelas 18h, nas Ruínas Romanas de Milreu (Estoi-Faro) será apresentada a palestra «Otium et Negotium nas villae da Lusitânia Romana», por João Pedro Bernardes, arqueólogo e professor da Universidade do Algarve.

Esta será a 2ª palestra do ciclo “Amatores in Situ – O Mundo Antigo visto por aqueles que o amam” desenvolvido pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve e coordenado pela Profª Doutora Adriana Nogueira, que promove um novo olhar sobre o Mundo Antigo através da literatura, da arte, filosofia e arqueologia. Projeto integrado no Programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – 2017.

As villae romanas, como Milreu, para além de constituírem as unidades produtivas por excelência do mundo romano, são ainda espaço de representação das elites. A villa é assim, no dizer de António, urbs in rure, ou seja, é a cidade no campo, naquilo que a cidade representa do mundo culto e civilizado, quanto o campo se apresenta como mundo selvagem, que se domestica e civiliza para gerar riqueza. É esta dualidade que se irá explorar ao longo da apresentação, ora visitando os espaços produtivos, ora os espaços de lazer e de auto afirmação dos proprietários, quer através de tópicos literários caracterizadores de ambos os espaços, quer através do que o registo arqueológico nos vai revelando.

João Pedro Bernardes é doutorado em Arqueologia pela Universidade de Coimbra. É professor associado com agregação da Universidade do Algarve onde leciona nos cursos de licenciatura de Património Cultural e Arqueologia e ainda em vários cursos de mestrado. Tem participado e liderado em vários projetos de investigação de âmbito nacional e internacional, versando sobretudo temas de Arqueologia romana. Foi responsável por algumas escavações arqueológicas nas ruínas de Milreu.

Cartaz - Video Lucem - Fortaleza de Sagres 22/4

Cartaz - Desenhar Arqueologia em Milreu - 22/4

Cartaz - Saber Sentir - Ruinas Romanas de Milreu 21/4

Cartaz - Filhos do fogo de Deus - Fortaleza de Sagres 19/4

Cartaz Amatores in Situ - Ruinas Romanas de Milreu

A Herança Cultural da Dieta Mediterrânica

O Grande Auditório da Universidade do Algarve acolhe, nos dias 9 e 10 de maio, a Conferência Internacional "A Herança Cultural da Dieta Mediterrânica". 

A Herança Cultural da Dieta Mediterrânica

Esta Conferência Internacional em Portugal, que se realiza no ano da presidência/coordenação portuguesa dos sete Estados e Comunidades Representativas da Dieta Mediterrânica, enquanto PCI da Humanidade na Lista Representativa da UNESCO, pretende analisar as estratégias e experiências de investigação, de preservação e a transmissão dos valores universais da DM às atuais e próximas gerações.

A Conferência centrará a sua atenção prioritária nas experiências de trabalho em curso nos 7 Estados e Comunidades Representativas, sobretudo no âmbito das boas práticas inseridas no Plano de Salvaguarda. Posicionando-se, assim, numa perspetiva aberta aos vários campos do conhecimento, permitindo uma visão abrangente da dieta mediterrânica tanto enquanto modelo cultural e estilo de vida, como padrão alimentar de excelência e de dieta sustentável. 

Esta é dirigida à participação ativa de docentes universitários e investigadores, educadores e professores dos vários graus de ensino, especialistas nos domínios da cultura e do património alimentar, da agricultura e do ambiente, da saúde e nutrição, do ordenamento para a sustentabilidade dos territórios e das comunidades, e de outras áreas do conhecimento, bem como de gestores e dinamizadores de projetos, empresários, estudantes e cidadãos interessados nestas temáticas.

A inscrição deve ser efetuada aqui.

Consultar programa aqui.

Patrimonialização da Ciência e daCultura: Desafios e Oportunidades.

No âmbito do Programa Ciência e Cultura, a Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e o Secretário de Estado da Cultura, convidam para participar na Sessão #3. Patrimonialização da Ciência e daCultura: Desafios e Oportunidades.

O encontro terá lugar no dia 11 de abril, no Instituto Politécnico de Tomar.

Será dedicado a uma reflexão sobre as oportunidades e os desafios da patrimonialização nos domínios da ciência e da cultura. A sessão integrará a apresentação e a discussão de estudos de caso inovadores e projetos de referência promovidos no sector da cultura ou no âmbito das instituições científicas e de ensino superior.
Os encontros têm como público-alvo investigadores, estudantes, gestores de repositórios, profissionais de instituições de ensino superior e de cultura, empresas, entre outros.
Em anexo segue texto de enquadramento. 
Inscrições e detalhes sobre o programa de 11 de abril em http://bit.ly/2owPAfX .
Informações sobre todas as sessões C2 Diálogos Cruzados em www.cienciacultura.pt.

0,5% do IRS - Lista 2016

IRS: lista de entidades culturais beneficiárias da consignação já disponível

Já se encontra disponível a lista de entidades beneficiárias da consignação de 0,5% do IRS referente à coleta de 2016. O prazo de entrega das declarações de IRS inicia-se a 1 de abril e termina a 31 de maio, para todos os contribuintes.

Lista de entidades culturais beneficiárias 

Para a coleta do imposto relativo a 2017, no próximo ano, as instituições culturais podem fazer a sua inscrição através do endereço eletrónico cultura.irs@gepac.gov.pt. O prazo decorre até 30 de setembro de 2017, altura em que se inicia o processo de verificação dos critérios por parte do Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais (GEPAC).

As instituições que integrem a lista de beneficiários do ano anterior ficam isentas de inscrição.

Consulte nesta página web a Portaria.

 

Logo Ministério da Cultura

CULTURA ABRE DUAS LINHAS DE APOIO ÀS ARTES NO VALOR DE 2,5 MILHÕES

A área de Governo da Cultura abriu duas as linhas de financiamento para os agentes culturais em 2017.

Para apoiar projetos de criação, programação e edição o investimento é de 1,5 milhões de euros, que representa um aumento de 64% face a 2016.

Para reforçar a atividade das entidades com apoios plurianuais, que sofreram cortes a partir de 2011, criou-se uma linha de apoio extraordinário de 1 milhão de euros.

Estas linhas, abertas através da Direção-Geral das Artes, concretizam a estratégia definida para 2017 para os apoios às artes, abrindo duas linhas de financiamento em abril.

As duas linhas consubstanciam a política cultural definida pelo Governo para garantir a estabilidade do setor num ano de definição do novo modelo de apoios públicos às artes, que entrará em vigor em 2018.

São dois os objetivos estratégicos das linhas agora anunciadas:

  • Criar condições para que os agentes culturais desenvolvam novas criações e projetos artísticos.
    Esta linha de apoios dirigida a entidades singulares e coletivas permite o financiamento de mais projetos com novos patamares máximos: 40 mil euros ao invés dos 30 mil de 2016. Através do Apoio Direto Pontual, a modalidade mais simplificada ao abrigo do quadro legal vigente, verifica-se um aumento de 64% de verba em relação ao ano anterior (+ 580 mil euros), destinada a projetos de criação, programação e edição.
  • Reforçar as condições de sustentabilidade de entidades já apoiadas pelo Estado com contratos plurianuais e que foram alvo de cortes a partir de 2011.
    Esta linha de financiamento, cujo montante global é de um milhão de euros, é de caracter extraordinário para os apoios de longa duração, bienais, quadrienais ou tripartidos. As entidades com apoios plurianuais em vigor, que tenham sofrido um corte no financiamento atribuído a partir de 2011 poderão solicitar um reforço de apoio financeiro, cujos critérios de atribuição definidos são:
  • Cada entidade pode receber até 25% do valor de apoio em curso;
  • O reforço não pode ultrapassar os 30 mil euros
  • O reforço não pode ultrapassar a verba recebida em 2011.

Estas duas linhas participam de uma estratégia iniciada pelo Governo de valorização do exercício das atividades culturais do universo de entidades apoiadas pela Cultura, que representam uma parte significativa da atividade e do tecido cultural do País.

 

 

DiVaM 2017-  Dinamização e Valorização dos Monumentos

“Lugares de Globalização” é o tema central do programa cultural DiVaM 2017- Dinamização e Valorização dos Monumentos - , que será apresentado em cerimónia pública no Castelo de Paderne, no sábado, dia 8 de abril, pelas 16h. Esta é a 4ª edição do programa de dinamização e fruição cultural, desenvolvido pela Direção Regional de Cultura do Algarve desde 2014, que tem como principal objetivo promover uma dinâmica cultural nos monumentos e aproximar as comunidades do seu património.

São sete os monumentos algarvios integrados neste programa cultural, todos eles afetos à DRCAlg: Ruínas Romanas de Milreu, Castelo de Loulé, Castelo de Paderne, Monumentos Megalíticos de Alcalar, Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, Fortaleza de Sagres e Castelo de Aljezur.

O DiVaM 2017 conta com a parceria de 19 associações culturais, vários municípios algarvios - nomeadamente os municípios de Albufeira, Aljezur, Faro, Loulé, Portimão e Vila do Bispo – e outras entidades, oferecendo às comunidades, residentes e visitantes, um programa diversificado consolidado em 7 ciclos temáticos que integram música, artes performativas, artes visuais, atividades ao ar livre, workshops, palestras.

Cartaz Paderne 8 de abrilA cerimónia de apresentação do DiVaM terá início pelas 16 horas, com a presença da comunicação social e entidades parceiras, seguida pelas 17 horas de “Tantos Mundos num só lugar – Pátria a 10 vozes”, um trajeto de globalização, através da música em língua portuguesa, cantada e narrada pelas vozes do Coral Feminino Outras Vozes, concerto organizado pela Associação Cultural Música XXI.

Logo Direção Geral do LivroCultura Aprova o Regulamento para Atribuição de Bolsas de Criação Literária

Portaria n.º 123/2017 - Diário da República n.º 61/2017, Série I de 2017-03-27

- As bolsas têm a duração de seis ou de doze meses.

- Os destinatários das bolsas são pessoas singulares, de nacionalidade portuguesa e que escrevam em português

- A abertura anual dos concursos é feita mediante despacho do membro do Governo responsável pela área da cultura, de acordo com proposta da DGLAB

Consulte a Portaria