• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

Em Destaque

Adiado: IN CINEMA - Integração, Indiscriminização e Inclusão e Nelson Conceição & Convidados

 
A Direção Regional de Cultura do Algarve informa que as iniciativas do DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve - agendadas para os dia 31 de outubro e 1 de novembro foram adiadas.
 
O projeto IN CINEMA - Integração, Indiscriminização e Inclusão realizar-se-á no próximo dia 14 de novembro, pelas 16h00, na Fortaleza de Sagres. Os interessados devem inscrever-se pelo e-mail: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

A data de realização do espetáculo de Nelson Conceição & Convidados será anunciada oportunamente.

Pedimos desculpas pelos incómodos causados.

 

 27 de outubro

Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa - 28 de outubro

No próximo dia 28 de outubro de 2020 terá lugar o Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa de base Artística e Cultural, organizado por Andalucía Emprende, Fundación Pública Andaluza, no âmbito do programa Magalhães - ICC, do qual a Direção Regional de Cultura do Algarve é parceiro.

O Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa de base Artística e Cultural foi definido como uma estratégia ou ferramenta de intervenção artística em contextos não artísticos, promovendo a integração de artistas e criadores em empresas e organizações para trabalhar de maneira conjunta sobre desafios inovadores. O conceito de inovação aberta propõe uma nova estratégia de inovação mediante a qual as empresas vão além dos seus limites e cooperam com organizações ou profissionais externos.

No contexto de incerteza atual e das restrições sanitarias impostas face à Covid-19 tornou-se necessária a reinvenção das atividades propostas no âmbito do projeto Europeu Magalhães - ICC para o ano de 2020. Para tal foi decidido realizar um encontro virtual de Inovação Aberta em que todos os participantes são recebidos num ambiente on-line que convida à reflexão e ao trabalho em grupo para o desenvolvimento dos objetivos previamente definidos.

A crise gerada pela pandemia de Covid-19 expôs os setores económicos mais vulneráveis, entre os quais se encontra o setor cultural que, com o encerramento de museus, galerias de arte, teatros, cinemas, centros culturais, bibliotecas, deixou numa situação muito precária todos os membros do setor. É por isso que, decididamente, se deve apostar de maneira firme na cultura como um setor gerador de riqueza, emprego, inovação e criatividade, levando a cabo ações que valorizem as suas atividades e que suscitem uma reativação da sua atividade económica. É por esta razão que a Andalucía Emprende organizou, com o apoio do Projeto Europeu Magalhães, um Encontro Virtual de Inovação Aberta e Colaborativa de base Artística e Cultural.

Este encontro virtual será desenvolvido em torno de três mesas de debate centradas em três setores:

a.- Artes Visuais
b.- Artes Cénicas
c.- Setor Audiovisual


 
Em cada uma das mesas haverá 2 entidades líderes ou pessoas de referência em cada um dos setores, um dinamizador/a e um mentor de Inovação, que é comum nas três mesas de trabalho, e que são os seguintes:

 Mesa de debate 1: setor estratégico 'Artes Visuais'

                Participantes:

  • Ana Matos, Curadora e Diretora artística da Galeria das Salgadeiras (2003) em Lisboa, Portugal.
  • Simon Zabell (Málaga 1970), artista plástico e professor de escultura na Universidad de Granada. Realizou exposições em CAC, Málaga; Museu ABC, Madrid, CAAC... Recebeu vários prémios, entre os quais a Bolsa de Estudos Leonardo, da Fundação BBVA e o Prémio à atividade artística pela Junta de Andaluzía
  • 1 dinamizadora: Esther Fernández
  • 1 mentor de Inovação: Iván Aguilera.
  • Até 50 empresas da rede


 Mesa de debate 2: setores estratégicos 'Artes Cénicas'

                Participantes:

  • Juan Carlos Moya, Responsável artístico e Coordenador do Centro de Arte Tomás y Valiente (CEART), Fuenlabrada, Madrid.
  • Mario Suárez, Diretor artístico de MULAFEST (Festival de Arte Urbana de Madrid), diretor de Gunter Gallery (galeria on-line), comissário de 'Ilustradores Españoles' e de 'Archipaper. Dibujos desde el plano'
  • 1 dinamizadora: Iván Aguilera
  • 1 mentor de Inovação: Iván Aguilera
  • Até 50 empresas da rede


Mesa de debate 3: setores estratégicos 'Setor Audiovisual'

                Participantes:

  • Gervasio Iglesias, Produtor de cinema. Diretor e produtor executivo de La Zanfoña. Filmes: La Isla Mínima, Grupo 7, El hombre de las mil caras.
  • Laura Hoffman, Guionista, documentalista e produtora de Summer Films. Festivais: Festival de Sevilla y Huelva, Alcances, IberoDocs, Cine Español de Edimburgo, SEMINCI
  • 1 dinamizadora: Laura Rettschlag              
  • 1 mentor de Inovação: Iván Aguilera
  • Hasta 50 empresas da rede


Horario: De 10:00 a 13:00

Modalidade: On-line


Inscrições em:  https://forms.gle/nUuv95xeuxSwTqhUA

Este encontro foi cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER através do Programa Interreg V-A España-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Mais Informação

27 de outubro

A  campanha #ACULTURAÉSEGURA foi lançada pela APEFE - Associação de Promotores de Espectáculos, Festivais e Eventos e tem o objetivo de sensibilizar a opinião pública para fato de museus, teatros e salas de espetáculo continuarem a ser locais seguros nos quais são respeitadas todas as regras sanitárias.

23 de outubro

 

“Dias d`As Virgens Negras” na Ermida de Guadalupe com

performance noturna e exposição

As propostas culturais do DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – para os dias 23 e 25 de outubro são uma palestra do Ciclo “Amatores In Situ – O Mundo Antigo visto por quem o ama”, em Milreu, e os “Dias d’As Virgens Negras” que inclui uma performance noturna e uma exposição na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, em Vila do Bispo.


O Ciclo “Amatores In Situ – O Mundo Antigo visto por quem o ama” regressa ao espaço das Ruínas Romanas de Milreu para mais uma palestra, no dia 23 de outubro, pelas 17 horas. Esta tem como título “Os escudos de Aquiles. Cruzamentos entre a antiguidade e narrativas visuais” e será proferida por Pedro Moura.

Na sua palestra Pedro Moura, crítico e investigador académico de banda desenhada, falará sobre esta actividade que é uma linguagem moderna, ainda que empregue estratégias visuais que têm alguns pontos originários em vários momentos da história ocidental (e não só). Por outro lado, enquanto território artístico variado, quer na sua vertente popular quer nas suas prestações mais eruditas, a Antiguidade sempre esteve presente como modelo, fonte ou inspiração para a sua produção. Numa apresentação informal e descontraída, Pedro Moura mostrará como muitos dos temas, textos e imaginários associados a essa categoria historiográfica estão ainda vivos nesta outra disciplina artística.

Amatores in Situ é um projeto promovido pela Cívis – Associação para o desenvolvimento da cidadania e conta com o apoio da Universidade do Algarve. Inscrições através de: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe acolhe, nos dias 23 e 25 de outubro, a III edição do “Dias d`As Virgens Negras - Ciclo de Artes plásticas e Música histórica”. A iniciativa inclui a Terra Nullius - Performance noturna com desenhos a carvão na noite e será apresentada na sexta feira, dia 23 de outubro, pelas 19h30. A performance é coordenada por Ana Celorico Machado e tem a participação de Susana de Medeiros. As artistas irão usar os materiais /resíduos /carvão/ pó para trabalharem em superfícies de papel ou outras, ao som de uma instalação sonora criada para o efeito, por Carlos Norton, que invoca a noite e a natureza.

No domingo, dia 25 de outubro, pelas 16 horas, será inaugurada a Exposição Terra Nullius que apresenta ao público os desenhos realizados durante a performance noturna.

O projeto é promovido pelo O Corvo e a Raposa Associação Cultural Cultural.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve tem este ano o tema Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

20 de outubro

Monumentos do Algarve são palco para música, cinema, oficinas e palestras

 

O DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve –, programa cultural do Direção Regional de Cultura do Algarve, continua na próxima semana com iniciativas no Castelo de Paderne, Fortaleza de Sagres, Ruínas Romanas de Milreu, Castelo de Aljezur e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe. Música, oficina de escrita na paisagem, cinema e uma palestra sobre Faro na época romana são as propostas de 13 a 18 de outubro.

O Castelo de Paderne recebe, no dia 13 de Outubro, às 10h30, a segunda sessão da “Oficina das Igualdades em Paderne. Esta será uma oficina de escrita na paisagem, na qual os participantes são convidados a descobrirem um trajeto que os conduzirá à exploração dos valores humanistas e à identificação do conceito de liberdade (religiosa, de expressão, ideológica). O projeto concebido por Isa Catarina Mateus é promovido pelo Cineclube de Faro (Comissão de Formação).

Para mais informações e inscrições: formacaoccf@gmail.com

No dia 16 de outubro, sexta-feira, a Fortaleza de Sagres acolhe o projeto “In Cinema - Integração, Indiscriminação e Inclusão”. Durante a manhã terão lugar duas sessões de curtas metragens de animação, direcionadas à comunidade escolar e à tarde, pelas 17 horas, realiza-se uma sessão aberta ao público em geral, onde será exibido o filme “O Falcão Manteiga de Amendoim”, de Tyler Nilson (2019), seguido de conversa com os convidados.

In Cinema- Integração, Indiscriminação e Inclusão é um projeto promovido pelo Cineclube de Faro, que explora as formas como o cinema se relaciona com o tema dos Direitos Humanos e se inscreve como ferramenta para dirimir alguns estigmas e barreiras que as sociedades – que se pretendem justas abertas, fraternas, livres e solidárias – enfrentam, através de três ideias fundamentais: Integração, Indiscriminação e Inclusão.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O espetáculo “Música para Todos” será apresentado no Castelo de Aljezur, no dia 17 de outubro, pelas 17h30. Um Ensemble de madeiras e percussão irá apresentar peças de culturas musicais de diferentes pontos do mundo, inspirando à união e amizade ente os povos, numa interculturalidade inerente à globalização e considerando que a Música, como linguagem universal, foi desde sempre vetor de Educação para a Cultura e para a Arte. Este é um projeto promovido pela Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio, com o apoio da Câmara Municipal de Aljezur.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

O ciclo Amatores in Situ continua nas Ruínas Romanas de Milreu, com a apresentação da palestra “Diferenciação social e cosmopolitismo em Faro na época romanapor João Pedro Bernardes, no dia 17 de outubro, pelas 17 horas.

“Uns são escravos, outros já o foram; outros são cidadãos de pleno direito, outros migrantes; outros ainda são gente em trânsito e muitos com raízes bem profundas na terra. Era assim a sociedade de Faro há dois mil anos: uma cidade portuária e cosmopolita onde se cruzavam muitas origens e culturas. Os tempos eram outros, com as suas regras e idiossincrasias próprias, mas coexistiam a tolerância e diferentes formas de solidariedade. A partir da epigrafia da cidade romana de Ossónoba, é possível observar-se a sociedade, os seus valores e as formas de convivência social de um mundo bem diferente do nosso – mas que, por vezes, está mais próximo de nós do que à primeira vista aparenta.” Projeto promovido pela Cívis – Associação para o Aprofundamento da Cidadania e que tem a colaboração da Universidade do Algarve.

Inscrições através de: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652

 

O Castelo de Paderne volta a ser palco de mais uma iniciativa do DiVaM no dia 18 de Outubro, pelas 17 horas, com o espetáculo “O Mundo na nossa Aldeia”. Este integra a atuação a capella pelo Grupo Coral da Banda Filarmónica de Paderne, seguida de dança oriental e termina com a atuação do “The Real Band”, com músicas tradicionais da Escócia e da Irlanda. O projeto é promovido pela Sociedade Musical e Recreio Popular de Paderne com o apoio da Câmara Municipal de Albufeira.

Inscrições através de musical.paderne@gmail.com ou 925 582 503

A Ermida de N.ª Sr.ª de Guadalupe acolhe o concerto “Património – com Cordas”, da Orquestra Juvenil de Guitarras do Algarve, no dia 18 de outubro, pelas 17 horas, com a direção de Eudoro Grade. Este é um projeto de inclusão das comunidades do barlavento ao sotavento algarvio, nomeadamente as comunidades de interior, promovido pela AGA – Associação de Guitarras do Algarve.

Inscrições através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

O tema desta edição do DiVaM é Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

 

12 de outubro

Inquérito aos Profissionais das Artes e da Cultura
 

O Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC) tem em curso um Inquérito online dirigido aos Profissionais Independentes das Artes e da Cultura, e que estará disponível para preenchimento até ao final do mês de outubro de 2020.

O questionário está on-line neste link: https://bit.ly/3iFwhsu

Este Inquérito insere-se no Estudo Sector Artístico e Cultural em Portugal, apoiado pela DGArtes/MC. Para mais informação consulte o site do OPAC www.opac.cies.iscte-iul.pt/estudos-em-curso

Para qualquer esclarecimento contacte a equipa através do email opac.cies@iscte-iul.pt

13 de outubro

 

 

DiVaM continuar a levar cultura aos Monumentos do Algarve

A Fortaleza de Sagres, as Ruínas Romanas de Milreu e os Monumentos Megalíticos de Alcalar são os monumentos do Algarve que recebem nos dias 9 a 11 de outubro as iniciativas do Programa Cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos. A edição deste ano do DiVaM tem como tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”.

O projeto NOVA Escola de Sagres está de regresso à Fortaleza de Sagres, no dia 9 de outubro, naquela que será a sua IV edição. Este é um projeto promovido pelo Centro Ciência Viva de Lagos, que reúne na Fortaleza de Sagres um conjunto de atividades e ateliers de caráter tecnológico, científico, cultural e social, que terão como fio condutor uma narrativa sobre acontecimentos históricos referente ao tempo da escravatura desde a época dos “Descobrimentos”, até aos dias de hoje, onde a cor da pele e questões culturais são fator de discriminação.

Aos ateliers “Construir uma caravela”, “Mapas”, “Mapa interativo”, “As coleções” de areias e de especiarias, “Realidade Virtual”, “Robótica e Programação” que fazem as maravilhas de crianças e de adultos, somam-se este ano duas novas atividades: o “Mural da Cor da pele”, no qual os intervenientes poderão participar com um mosaico que represente a cor da sua pele e onde se espera que o resultado final evidencie o património genético e cultural, enriquecedor da espécie humana; e o “Globo da Igualdade”, onde todos os participantes serão convidados a deixar a sua mensagem de esperança e de propagação dos direitos fundamentais do homem.

O projeto direcionado para a comunidade escolar é aberto à participação de famílias e público em geral durante a tarde (das 14h30 às 17h30), mediante inscrição obrigatória:

fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

 

A iniciativa “Tal como as pedras…Todos somos iguais na diferença – Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação, os desafios para uma nova era”, a ter lugar nos Monumentos Megalíticos de Alcalar, concelho de Portimão, inicialmente prevista para dia 3 de outubro, foi reagendada para o próximo sábado (10 de outubro), das 10h00 às 12h30. Os jovens que habitam próximo deste monumento são convidados a fazerem uma reflexão sobre os conceitos suscitados na Carta dos Direitos Humanos, redigida em 1948, e que sabemos serem hoje parte de um “tecido fino” e que por vezes parece prestes a rasgar-se, a desmoronar-se e a desaparecer. Após um momento de reflexão sobre os temas expostos, os participantes serão convidados a realizar um registo gráfico e visual, sob a forma de frases, de poemas e desenhos. A proposta será concretizada sob a orientação da artista plástica Isabel Macieira e traduzir-se-á num trabalho coletivo do tipo “mural.

O Projeto é da Associação Partilha Alternativa com o apoio do Museu Municipal de Portimão. As inscrições são obrigatórias através de oficinaeducativa@cm-portimao.pt.

 

As Ruínas Romanas de Milreu acolhem a instalação “Gavetas” que inaugura no dia 10 de outubro, pelas 16 horas, e ficará até ao final do mês. A ideia para o projeto “Gavetas”, promovido pela Associação Amarelarte - Associação Cultural e Recreativa, surgiu a partir da perceção das dificuldades burocráticas e sistemáticas identificadas no trabalho artístico com escolas e outras instituições. Considerando que tudo, mesmo as pessoas, estão “arrumadas em gavetas”, com etiquetas e uma vez arrumadas (as coisas, os assuntos, as pessoas) e etiquetadas, existe uma dificuldade enorme de sair dessas gavetas de novo, de desarrumá-las, para as reorganizar de uma forma diferente, talvez mais interessante, criativa, inovadora ou às vezes apenas mais lógica.

O conceito e acompanhamento artístico são de Nicole Lissy, com o artista convidado Gonçalo Rodrigues e a especialista em Direitos Humanos Laure De Witte. A iniciativa conta com a participação de professores e alunos do Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa.

Inscrições através de: milreu@cultalg.gov.pt

 

 

No dia 11 de Outubro, pelas 17 horas, na Fortaleza de Sagres, será apresentado o projeto “Debaixo do Mesmo Sol”. Esta é uma performance em estreia, a acontecer na rosa dos ventos da Fortaleza de Sagres, em que participam várias pessoas da comunidade algarvia de diferentes nacionalidades. A base fundamental é o elogio à diversidade. Inspirada também no trabalho de Yvonne Rainer nos anos 70, e nos primeiros movimentos de democratização da dança, em que corpos simplesmente atravessam o palco caminhando, em que cada corpo fala por si, este é também um convite à contemplação da paisagem humana, numa paisagem natural e num espaço patrimonial. A “rosa dos ventos” pode simbolizar a forma perfeita do círculo que representa a Terra e o Sol que ilumina a todos sem distinção. A grande dimensão deste círculo, perante os pontos ínfimos que os corpos representam ao longe, no espaço dentro do círculo, faz também refletir sobre o quanto somos uma poeira na imensidão da natureza e reduz a nada as diferenças que existem entre cada um de nós.

Projeto promovido pela Corpo de Hoje Associação Cultural, conta com a conceção e direção artística de Ana Borges e a direção técnica de José Fernando Almeida.

Inscrições através de fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

6 de outubro

Atividades económicas na área da cultura: extensão suplementar das moratórias de crédito bancário, até  30 de setembro de 2021

 

A Direcão Regional de Cultura do Algarve informa que o Governo aprovou uma extensão suplementar das moratórias de crédito bancário até ao dia 30 de setembro de 2021, através do Decreto-Lei n.º 78-A/2020, de 29 de setembro, na qual estão abrangidas atividades económicas na área da cultura.

Destacam-se os seguintes aspetos:

  • As entidades beneficiárias que, no dia 1 de outubro de 2020, se encontrem abrangidas pelas moratórias beneficiam automaticamente desta prorrogação de 6 meses (de 31 de março de 2021 até 30 de setembro de 2021).
  • Entidades beneficiárias inseridas em setores particularmente afetados pela pandemia, nomeadamente que exerçam determinadas atividades económicas, a título principal, na área da cultura, beneficiam:
  1. Da suspensão do pagamento, quer do capital em dívida, quer dos juros, comissões e outros encargos;
  1. De uma extensão automática da maturidade dos créditos, pelo prazo de 12 meses, que acresce ao período em que os créditos foram diferidos por efeito da moratória.
  • As atividades económicas na área da cultura abrangidas por estas condições especiais são as seguintes:
     
    • CAE 46492 - Comércio por grosso de livros, revistas e jornais;
    • CAE 47610 - Comércio a retalho de livros, em estabelecimentos especializados;
    •  CAE 47620 - Comércio a retalho de jornais, revistas e artigos de papelaria, em estabelecimentos especializados;
    • CAE 47630 - Comércio a retalho de discos, CD, DVD, cassetes e similares, em estabelecimentos especializados;
    • CAE 581 - Edição de livros, de jornais e de outras publicações;
    • CAE 59 - Atividades cinematográficas, de vídeo, de produção de programas de televisão, de gravação de som e de edição de música;
    • CAE 60 - Atividades de rádio e de televisão;
    • CAE 639 - Outras atividades dos serviços de informação;
    • CAE 731 - Publicidade;
    • CAE 90 - Atividades de teatro, de música, de dança e outras atividades artísticas e literárias;
    • CAE 91 - Atividades das bibliotecas, arquivos, museus e outras atividades culturais;
    • CAE 93 - Atividades desportivas, de diversão e recreativas;
    • CAE 94991 - Associações culturais e recreativas.

 

Consulte o Decreto-Lei n.º 78-A/2020

Adiado: "Tal como as Pedras... Todos somos iguais na diferença" em Alcalar



 

Devido a condições atmosféricas adversas, que não permitem a realização da atividade nas melhores condições, o projeto "Tal como as Pedras... Todos somos iguais na diferença" foi adiado para sábado, dia 10 de outubro.


Lamentamos o incómodo causado.

 

2 outubro

 

Empreitada de Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu

O Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, Faro, prossegue com a abertura de concurso para a fase B da “Empreitada de Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu”, o mais importante conjunto deste género no Algarve. O Anúncio de Procedimento n.º 10803/2020, referente ao Concurso Público CP-01/DRCALG/2020, desta empreitada foi publicado no Diário da República, no dia 28 de setembro. O prazo de apresentação das propostas termina no próximo dia 28 de outubro.

O valor base do procedimento é de €120.000,00 a que acresce o IVA à taxa legal em vigor e prazo de execução do contrato é de 238 dias.

O fornecimento das peças do concurso e a apresentação de pedidos de participação é efetuado através da plataforma http://saphetygov.pt.

Esta Empreitada é financiada a 60% por fundos externos (FEDER), no âmbito do Programa CRESC Algarve 2020.

Consulte a publicação em Diário da República

29 de setembro

DiVaM continua em Alcalar, Castelo de Aljezur e Fortaleza de Sagres

O programa Cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – vai estar nos dias 3 e 4 de outubro nos Monumentos Megalíticos de Alcalar, no Castelo de Aljezur e na Fortaleza de Sagres, com várias propostas culturais. O tema desta edição “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação” serviu de mote para aos projetos candidatados pelas entidades parceiras.
 

Os Monumentos Megalíticos de Alcalar, concelho de Portimão, acolhem no dia 3 de Outubro, das 10h00 às 12h30, a iniciativa “Tal como as pedras…Todos somos iguais na diferença – Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação, os desafios para uma nova era” que convida os jovens que habitam próximo deste monumento a fazerem uma reflexão sobre os conceitos suscitados na Carta dos Direitos Humanos, redigida em 1948, e que sabemos serem hoje parte de um “tecido fino” e que por vezes parece prestes a rasgar-se, a desmoronar-se e a desaparecer. Após um momento de reflexão sobre os temas expostos, os participantes serão convidados a realizar um registo gráfico e visual, sob a forma de frases, de poemas e desenhos. A proposta será concretizada sob a orientação da artista plástica Isabel Macieira e traduzir-se-á num trabalho coletivo do tipo “mural.

O Projeto é da Associação Partilha Alternativa com o apoio do Museu Municipal de Portimão. As inscrições são obrigatórias através de oficinaeducativa@cm-portimao.pt.
 

Neste mesmo dia, com início às 18h30, no Castelo de Aljezur terá lugar o espetáculo de fusão artística “Varandas da Memória”. A Companhia Ao Luar Teatro visita a atribulada vida do Rei Poeta Al-Mu`Tamid, desde as noites quentes passadas no Palácio das Varandas em Silves, às batalhas nas Taifas do Al-Andaluz até ao desterro marroquino. Um espetáculo inspirado na magia da poesia árabe, num encontro com a música ao vivo, contando com a história da notável figura Al-Al-Mu`Tamid “O Rei Poeta”.

A Companhia Ao Luar Teatro procura dar a conhecer a vida e a poesia da mais influente figura do algarve Al-Andaluz prosseguindo o trabalho de criação inspirada no Património Cultural Imaterial da Região Algarvia. Esta produção teatral enquadra-se na valorização do património da região e da recuperação do antigo, do histórico, daquilo que é nosso e nos difere dos outros, como sendo, a influência árabe.

O texto e direção Artística é de Rui Penas, com a interpretação de Rui Penas e a música ao vivo a cargo de Pedro Branco. O técnico é João Baião, os figurinos são de Berta Cardoso, as pinturas de Nelson Martins e os bonecos de pano de Filipa Faísca. A cenografia está a cargo de Rui Penas e Luís Santos, sendo esta uma produção Ao Luar Teatro, com a produção executiva de Célia Martins.

O projeto conta com o apoio da Câmara Municipal de Aljezur e da ADPHA - Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur. As inscrições são através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140.

 

A Fortaleza de Sagres acolhe no domingo (4 de Outubro), às 17h00, o projeto “Elementos II” que cruza vídeo, fotografia e música e onde o público será também envolvido. Este é composto por duas partes. A primeira com música que aborda temas bucólicos e populares, entre elas repertório do século. XVIII, e imagens projectadas que transcrevem o passado, evocando as gentes do Algarve e a sua cultura, formas de outras vidas através das recolhas de vídeo de Jorge Graça. A segunda parte do espetáculo com imagens do presente, de quem habita, de quem respira o local na actualidade, da autoria de Jorge Marques, inclui um reportório europeu variado da mesma época

Este projeto pretende resgatar a memória, resgatar hábitos que, apesar de desaparecerem, estão intimamente ligados ao local, ao Algarve, à sobrevivência das famílias, dos hábitos que ditam quem é o povo daqui e é da responsabilidade da Questão Repetida – Associação Cultural, com a Direção Artística de Elsa Mathei e Ana Falé.

https://www.youtube.com/watch?v=bOn9llRuMpY

As inscrições são através de: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telf. 282 620140

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita, mediante inscrição prévia (obrigatória).

 

Consulte o programa

28 de setembro

Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural

visita Ruínas Romanas de Milreu

A Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira, vai estar este sábado, 26 de setembro, pelas 18h30, nas Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, a visitar as obras de recuperação da Casa Rural, recentemente concluídas, e os mosaicos romanos que vão integrar a nova empreitada de reabilitação do monumento. A visita ao monumento será acompanhada pela Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Nogueira.

A Casa Rural de Milreu, cujas obras de reabilitação e manutenção ficaram concluídas em junho deste ano, é um dos mais interessantes exemplos da arquitetura tradicional algarvia, com pequenas torres cilíndricas adossadas aos quatro cantos do edifício. Os trabalhos incluíram a recuperação dos revestimentos exteriores, garantindo a sua impermeabilização, nomeadamente rebocos, caixilharias de portas e janelas, reparação do telhado e ainda execução de uma caleira para desvio de águas pluviais das ruínas arqueológicas, reforçando a solidez e capacidade de resistência da Casa Rural.

A empreitada de “Manutenção e Conservação dos Mosaicos Romanos da Villa de Milreu - Fase B”, prevista para estar concluída em 2021, prevê trabalhos a realizar numa extensa parte dos compartimentos da villa que estão decorados com mosaicos maioritariamente polícromos, com decoração geométrica, vegetalista e figurativa. Por vezes, revestem os panos internos dos tanques, decorados com peixes que se encontram desenhados propositadamente deformados, para que na água simulem movimento. No total pretende-se recuperar 22 painéis de mosaicos, com dimensões variadas.

As Ruínas Romanas de Milreu, afetas à Direcão Regional de Cultura do Algarve, são Monumento Nacional desde 1910, ano do primeiro diploma da República Portuguesa versando a proteção do Património Cultural.

Milreu é uma villa rustica construída na época do imperador romano Cláudio, século I d.C., destinada à produção agrícola de vinha e olival e produção de vinho e azeite.

Milreu acompanha a História da região, pois a sua ocupação abrange o período romano até aos finais do século IV, o período islâmico, a fase de formação do Reino de Portugal no Sul, e finalmente, a construção da Casa Rural, nos finais do século XV.

Destaca-se ainda o conjunto de pavimentos e paredes revestidas com belos mosaicos romanos decorados com temas marinhos, em consequência da remodelação arquitetónica realizada no século IV d.C.

As Ruínas Romanas de Milreu estão identificadas como Nível 1 de Prioridade de investimento Regional do Algarve.

O Programa de Conservação e Requalificação das Ruínas Romanas de Milreu (ALG-04-2114-FEDER-000010), no valor total de 529 870,00€, foi aprovado pela Comissão Diretiva do CRESC Algarve 2020 em 21/12/2016.

 

 “O Homem do Fogo” apresentado em S. Brás de Alportel este sábado à noite

A apresentação ao ar livre do espetáculo “O Homem do Fogo”, vencedor do projeto-piloto “Não Brinques com o Fogo”, promovido pela AGIF- Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais e pelo Ministério da Cultura, através da Direção Regional de Cultura do Algarve, terá lugar no próximo sábado, dia 26 de setembro, pelas 21h30, no Jardim da Verbena, em São Brás de Alportel.

O projeto-piloto “Não Brinques com o Fogo” pretendeu ensaiar uma abordagem inovadora com o objetivo de veicular mensagens-chave sobre comportamentos de risco a alterar face aos incêndios rurais, promovendo a mudança de atitudes através da sensibilização das populações sobre a valorização da floresta e da conservação da natureza e as boas práticas na utilização do fogo para a gestão da vegetação e do território.
 

Sinopse do espetáculo

“O Homem do Fogo” é um espectáculo multidisciplinar que recorre à animação com areia, música e palavra para transmitir uma mensagem de prevenção e cuidado para com as pessoas e as florestas. Criado a partir de um conto tradicional chinês, esta história transporta-nos para o princípio dos tempos, quando o tempo ainda não era tempo, quando o Homem foi criado e o fogo foi descoberto.
 

Ficha Técnica e Artística
Encenação: Lília Parreira - TEAS13 – Grupo de Teatro Experimental Amador de São Brás de Alportel
Animação de areia: Pilar Puyana
Música: Banda Filarmónica de São Brás de Alportel (ACREMS)
Criação Dramática e Narração: Fernando Guerreiro (Micro Contos)

A organização é da ARCA – Associação Recreativa e Cultura do Algarve, ACREMS – Associação Cultural Recreativa Escola de Música Sambrazense, Junta de Freguesia de São Brás de Alportel com o apoio do Município de São Brás de Alportel.

Entrada Gratuita | Reserva obrigatória na Galeria Municipal de São Brás de Alportel a partir do dia 23 de setembro, pelo e-mail cultura@cm-sbras.pt ou do telefone da Galeria Municipal: 289 840 211.

 

22 de setembro

Jornadas Europeias do Património nos Monumentos do Algarve

com o tema “Património e Educação”

A Direção Regional de Cultura do Algarve promove, no âmbito das Jornadas Europeias do Património (JEP), que se assinalam de 25 a 27 de setembro, um programa diversificado de atividades culturais a acontecer nas Ruínas Romanas de Milreu, Castelo de Paderne, Monumentos Megalíticos de Alcalar, Fortaleza de Sagres e Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe.

As atividades propostas integram o programa cultural DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – que este ano, na sua 7ª edição, é dedicado ao tema “Direitos Humanos, Igualdade e Não Discriminação”, e exploram ainda as relações entre dois grandes universos - O Património e a Educação - : Qual o papel do Património na Educação? Qual o papel da Educação no Património?

O programa apresentado integra várias propostas de oficinas artísticas e pedagógicas direcionadas para diferentes tipos de público, projetos performativos e de sensibilização ecológica e uma palestra integrada no “Amatores in Situ – O Mundo Antigo visto por aqueles que o amam”, ciclo organizado em colaboração com a Faculdade de Ciência Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.

Porque trabalhar a Educação a partir do Património é também reconhecer o valor que este tem como agente de transformação do Mundo.

No dia 25 de setembro, com início às 10h30, nas Ruínas Romanas de Milreu, terá lugar o projeto “Milreu – Encontro de povos, ideias e culturas”, promovido pela QRER – Cooperativa para o desenvolvimento dos territórios de baixa densidade - , com a oficina de Pintura a Fresco: “Trabalho no campo em Milreu - Séculos I e Século XX”, destinada aos utentes da ASMAL.

No mesmo dia, o Castelo de Paderne acolhe a “Oficina das Igualdades em Paderne”, também com início às 10h30. O ponto de partida desta iniciativa, que inclui uma visita guiada / oficina de exploração histórica, será o património histórico associado ao castelo de Paderne.

O projeto concebido por Isa Catarina Mateus é promovido pelo Cineclube de Faro (Comissão de Formação). Para mais informações e reservas contacte: formacaoccf@gmail.com

No dia 26 de setembro, entre as 10h00 e as 18h00, nos Monumentos Megalíticos de Alcalar decorre o projeto "Oficinas da Pré- História", no domínio da “Arqueologia Experimental” e da “Arte e Arqueologia”: Oficina de talhe, oficina de placas de xisto, oficina de barro e oficina de pintura rupestre. A organização é do Grupo de Amigos do Museu de Portimão e do Museu Municipal de Portimão. Para mais informações e reservas contacte: oficinaeducativa@cm-portimao.pt e amigosdomuseudeportima@gmail.com

A Fortaleza de Sagres, no dia 26 de setembro, pelas 16h00, é palco do espetáculo “O Grande Embrulho” (integrado no Festival Ventania e na programação do 365 Algarve). Este é um espetáculo interativo com uma forte mensagem ecológica ‘embrulhada’ em momentos de humor, surpresa e poesia, que reúne as linguagens de clown, dança, música e manipulação de objetos em torno de um cónico saco de papel. Projeto com Criação e Interpretação de Thorsten Grütjen e Música de Gil Abrantes.

O projeto é do Teatro Experimental de Lagos, apoiado pelo programa 365 Algarve e os bilhetes podem ser adquiridos através da página www.ventania.bol.pt

As Ruínas Romanas de Milreu recebem no sábado, dia 26 de setembro, pelas 17h00, mais uma palestra do ciclo Amatores in Situ – O mundo antigo visto por aqueles que o amam – VI edição, com o tema “Música e ocasiões musicais na cultura romana”, por Fuensanta Garrido Domené (Universidad de Córdoba). Nesta revisita pelo panorama musical romano ficarão explicitadas as influências musicais e culturais recebidas de outras culturas mediterrâneas e procurará fazer-se um catálogo dos instrumentos musicais de maior uso por parte da população de Roma. Estão agendadas mais palestras nos dias 16 e 23 de outubro, 13 de novembro e 4 de dezembro.

A organização é da Cívis - Associação para o Aprofundamento da Cidadania com o apoio da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.

Para mais informações e reservas contacte: milreu@cultalg.gov.pt ou 962 045 652.

As atividades das JEP deste ano encerram no domingo, dia 27 de setembro, às 18h00, na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, com a representação teatral “Laurinda não foi à Guerra”. Assumindo o valor pedagógico do teatro, esta é uma peça que nos leva a revisitar a espiral da História, sempre em evolução, de forma a tentar ultrapassar antigas fraturas, e ao mesmo tempo, nos prepara para lidar com futuras crises. A autoria e encenação é de António Gambóias e a interpretação está a cargo de Ana Cristina Oliveira, Ana Isabel Baptista, Catarina Silva e Inês Martins. A organização é da Associação Cultural Música XXI.

Para mais informações e reservas contacte: fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou telefone 282 620140.

Todas as atividades culturais DiVaM são de entrada gratuita (à exceção de "O Grande Embrulho"), sendo obrigatória a inscrição prévia.

Consulte o programa

22 de setembro

< previous1234